Uma delegação do Conselho Mundial da Universidade cultural libanesa visitou a cidade de Caracas

Terça-feira, 23 novembro 2010

Uma delegação do Conselho Mundial da Universidade cultural libanesa do mundo visitou a cidade de Caracas, a convite do Conselho Nacional venezuelano da Universidade liderada por Michel Assaf, para participar da colocação da pedra angular do centro cultural Gibran Khalil Gibran da cidade. A delegação incluiu o presidente mundial da Universidade, Eid al-Shdrawi e sua esposa, a Sra. Haifa, o secretário-geral do mundo Dr. Nicolas Kahwagi e seu deputado Roger Hani, ex-presidente mundial da Universidade Elie governador e sua esposa, chefe do escritório do Líbano na Universidade Tony Saints, Presidente do Comitê de negócios e economia da Universidade Antoine Mansi, membro do Conselho de curadores Dr. Antonio Shaheen e sua esposa, e representante da British Columbia Jean Abu Samra. a delegação participou da reunião da filial venezuelana, durante a qual as atividades da filial foram apresentadas há cinco anos, e ele admirava "a organização e o pragmatismo do Conselho venezuelano e seu compromisso inabalável Leis universitárias ". Os membros da Comunidade também participaram de uma noite cultural em um clube de golfe, onde um documentário sobre a Universidade e suas atividades na Venezuela e o projeto planejado foram rastreados. Um jantar foi realizado com a participação de minha delegação de alto escalão, as famílias libanesas e o Presidente do clube libanês em Caracas Romeo Mouawad. A delegação respondeu ao convite do empresário libanês Bakous Anton para um almoço chamado pelo Embaixador Libanês, durante o qual ele trocou opiniões sobre o mecanismo para a execução de eleições fora do Líbano a ser realizada em 2013. A Comunidade em Caracas participou da celebração da primeira pedra para a construção de uma praça e biblioteca o nome de Gibran Khalil Jubran, o patrocínio do prefeito Dr. Emilio Gratiron, ea colocação da pedra angular do projeto. O Festival abriu com o discurso do Presidente do Conselho Nacional venezuelano Assaf, acolhendo a delegação visitante, salientando que "o projeto planejado incluirá os efeitos positivos de nossos filhos nas gerações futuras". Em seguida, ele entregou o discurso do membro da Comunidade libanesa do Conselho venezuelano, o escritor Azzam matar, que salientou "os significados da cultura e da importância dos edifícios culturais na convergência das civilizações e da fusão das sociedades humanas." "O povo venezuelano e a Venezuela, representada pelo chefe do município doador, foram agradecidas por trazer o terreno e a confiança colocada sobre os ombros da Universidade cultural Allbnainh no mundo, na construção de uma casa Memorial para o filósofo e pensador." E
le enfatizou os direitos de expatriados e a não-liquidação de não-libaneses, e o direito de adquirir nacionalidade para seus beneficiários. "A importância da presença libanesa em Caracas, as impressões digitais positivas que deixam em qualquer trabalho que estão fazendo, e sua lealdade à Venezuela por mais de 100 anos de presença e interação neste país", disse o Dr. Emilio Gratiron, prefeito do doador. Ele participou do Festival, a delegação visitante, o prefeito doador e seu pessoal de gestão, Presidente do fórum de embaixadores na Venezuela do Líbano, S.E. Bagjani, Presidente do clube libanês em Caracas Romeo Mouawad, presidente geral do Mosteiro de St. Charbel agosto Agustín Saab, delegado do centro islâmico xiita Sr. Fawzi Kanaan, Presidente da Caucus libanesa da mulher na Venezuela, Sra. Rose Marie-Light, ex-ministros e deputados venezuelanos, viúva do falecido Farid matar, fundador da Universidade na década de 1960.  
Os
membros da delegação da Universidade reuniu-se com o convite do Presidente do clube libanês Romeo Mouawad, excursionou em Artime e informou sobre suas atividades, e elogiou "o trabalho duro para preservar a originalidade libanesa pelo Presidente do clube e sua equipe."

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.